ANSIEDADE x PANDEMIA

ANSIEDADE x PANDEMIA

Se a ansiedade já vinha sendo considerada o mal do século pela OMS (Organização Mundial da Saúde), a pandemia do novo coronavírus vem sendo o gatilho para desencadear um número maior de pessoas acometidas pela patologia.

O Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais (DSM-IV), Considera a ansiedade uma patologia quando se percebe uma frequência de sentimentos negativos, de preocupações e/ou apreensões excessivas que tendem a interferir no cotidiano das pessoas a ponto de mudar o comportamento tanto físico quanto mental e, essa ansiedade vai  gerando  vários outros tipos de transtornos, síndromes ou distúrbios, abaixo em destaque os mais comuns:

  • Síndrome do pânico: Mix de sintomas, como angustias, medo de sair de casa, falta de ar, dor no peito, tremores, taquicardia, medo da morte, entre outros.
  • Distúrbios do sono: Dificuldade de descansar o corpo e a mente, mesmo cansada a pessoa tem dificuldades em dormir e/ou tem sono agitado devido o excesso de preocupação.
  • Depressão: Distúrbio mental no qual leva o sujeita a perder interesse pelas atividades do seu cotidiano, caracterizado por sensações persistentes, como tristezas profundas, alteração de humor, baixa autoestima, associa-se a depressão a pensamentos suicidas.
  • Distúrbios alimentares: Esse tipo de distúrbio esta mais ligada à saúde psicológica, a pressão imposta pela sociedade, pode ser um dos fatores desencadeador para que o sujeito busque um corpo perfeito a fim de ser bem mais visto na sociedade, mas é um tema bem abrangente que o Saúde Sergipe tratará em outra oportunidade.
  •  TOC – transtornos obsessivos compulsivo: Comportamentos repetitivos, como mania de limpeza, compulsões em gerais, perfeccionismo, entre outros. A nova pandemia pode agravar esse distúrbio pela exigência que se faz necessária com os cuidados de higiene.

É bem verdade que o novo coronavírus pegou a todos de surpresa, nos “parando” literalmente de uma forma brusca,  e mexendo com o psicológico de todos. Atualmente vivemos em estado de alerta, e isto faz com que tenhamos a sensação de estarmos expostos ao perigo o tempo todo, elevando com isso o nível de stress e consequentemente trazendo a tona sentimentos de apreensão, de pavor, de medo e etc. que devem ser monitorados e tratados para não agravar e tomar proporções ainda maiores, como o suicídio.  

No entanto, precisamos nos adaptar a realidade do isolamento social e não só tomarmos medidas de enfrentamento físico ao COVID19, mas  medidas de enfrentarmos as barreiras impostas pela nossa  própria mente.  Contudo, é necessário  neste momento filtrarmos as informações que circulam nos noticiários, uma vez  que o excesso de informação é  um dos principais fatores  da ansiedade, ainda mais na era das  Fake News que vem  contribuído para uma pandemia do pânico, procurar realizar atividades físicas e técnicas de relaxamento em casa, cuidar da alimentação, procurar realizar terapias, cursos ou qualquer outra atividade on-line ou  ainda buscar ajuda de psicólogos que compõem a rede de atenção  psicossociais disponibilizados pelas prefeituras  municipais de forma gratuita  para ouvir e acolher neste período de pandemia da Covid-19 é essencial.

Aqui no site, tem um texto que fala sobre O SUS e está Pandemia e quais formas e medidas consciente de prevenção. Se quiser ler, basta clicar aqui.

SERVIÇO DE APOIO PSICOLÓGICO REMOTO NAS REGIONAIS DE SERGIPE

  • Aracaju: 
  • (079) 3304-3599 de segunda á sábado das 08h00min às 20h00min 
  • Estância:
  • 0800 079 00 68 – Ouvidoria (Direciona ao psicólogo da rede)
  • Itabaiana:
  • (079) 3431-5070 – CAPS
  • Lagarto: 
  • (079) 99894-0918 de Segunda a sexta de 07h00min as 16h00min
  • Propriá:
  • (079) 99807-3233 (Serviço social)
  • Socorro: 
  • (079) 99879-4829 ou 9 8802-7317

IMPORTANTE  Apenas  um médico pode diagnosticar doenças, indicar tratamentos e prescrever medicações. As informações disponibilizadas neste site Sergipe Saúde possuem apenas caráter educativo, procure ajuda na Secretaria de saúde do seu município.

Dados e referencias consultadas, Clique aqui.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: